Abril 13, 2024
Ouça a Rádio Arca aqui!

600 cristãos rejeitam negar Jesus e fogem para floresta sob ataque de hindus radicais Featured

600 cristãos rejeitam negar Jesus e fogem para floresta sob ataque de hindus radicais Cegonha (Foto: Reprodução/Canva)

 

Um grupo de 600 cristãos na Índia se viu obrigado a fugir de suas casas e igrejas após uma série de ataques de nacionalistas hindus radicais no estado de Chhattisgarth. O terrorismo começou após os fiéis a Jesus se recusarem a negar a fé e voltar para o hinduísmo.

Os ataques ocorreram no domingo anterior ao Natal, em 20 aldeias nos distritos de Narayanpur e Kondagaon. A ação coordenada ocorreu quando os cristãos se reuniam para o culto, denunciou a entidade International Christian Concern (ICC), que monitora a perseguição religiosa ao redor do mundo.

A recusa dos cristãos em se “reconverter” ao hinduísmo desencadeou os saques e depredações de casas e propriedades, além da profanação de três igrejas. Várias pessoas ficaram gravemente feridas e hospitalizadas, enquanto outras fugiram para a selva ou para delegacias de polícia próximas.

Os ataques foram relatados nas aldeias de Borpal, Modenga, Palna, Gohda, Aamasara, Modenga, Congress, Mainpur, Kibai Balenga, Puswal, Kokdi, Kulhad, Khargaon e Shantinagar, entre outras, segundo informações do portal The Christian Post

“Crianças pequenas e mulheres com suas famílias estavam sentadas em lugares abertos em um frio cortante, sem comida ou água, aquecendo as mãos com a respiração”, disse uma testemunha em relato ao ICC.

Os cristãos denunciaram os ataques às autoridades, mas a polícia teria respondido sugerindo que eles se defendessem sozinhos. Alguns dos deslocados estão sendo mantidos em salões comunitários e em um estádio na região.

Os ataques contra cristãos tribais aumentaram desde que grupos hindus radicais lançaram uma campanha em 2020 para impedir que os povos tribais ou indígenas do país se convertessem ao cristianismo. A maioria dos tribais não se identifica como hindu; eles têm diversas práticas religiosas e muitos adoram a natureza. No entanto, o Censo do governo os considera hindus.

Esses grupos têm exigido que o governo proíba aqueles que se convertem de receber educação e oportunidades de emprego: “A perseguição cristã disparou na Índia desde que o primeiro-ministro Narendra Modi e seu partido BJP assumiram o poder em 2014”, disse o presidente do ICC, Jeff King.

“Com o objetivo de estabelecer a Índia como uma nação hindu, eles aprovaram leis e aplicaram políticas voltadas para os cristãos. Os ataques desta semana são o resultado dessa hostilidade generalizada contra os seguidores de Cristo. Isso criou um clima cada vez mais perigoso para os crentes indianos”, acrescentou.

.Gospel +

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Terça, 27 Dezembro 2022 10:40