Junho 18, 2024
Ouça a Rádio Arca aqui!

Frente Evangélica repudia escola de samba por deturpar o “dogma da Trindade” Featured

Frente Evangélica repudia escola de samba por deturpar o “dogma da Trindade” Cegonha (Foto: Reprodução/Canva)

Ataques à fé cristã parece ter se tornado comum nos desfiles de Carnaval do Brasil, tendo em vista os casos reiterados onde os símbolos do cristianismo são utilizados de forma deturpada durante o evento, por exemplo, como fez esta semana a escola de samba Gaviões da Fiel, no Rio de Janeiro.

Diante disso, a Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional resolveu publicar uma nota de repúdio, onde afirma que buscará os meios necessários para fazer valer o respeito à aos símbolos e dogmas da fé cristã, como a doutrina da Trindade.

Isso ocorre devido à escola de samba ter utilizado como tema do seu desfile este ano, o título “Em Nome do Pai, dos Filhos, dos Espíritos e dos Santos”, fazendo assim uma referência deturpada ao dogma cristão da Trindade, cuja afirmação declara fé em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

“Longe de praticar intolerância religiosa, junto a Escola de Samba, a Frente Parlamentar Evangélica vem a público demonstrar seu descontentamento e repúdio no que concerne ao uso e deturpação de uma doutrina inegociável da fé cristã: À doutrina da Trindade”, diz a nota.

Na sequência do documento assinado pelo deputado federal Eli Borges, presidente da Frente Evangélica, o grupo lembra que o dogma cristão foi estabelecido após a realização de concílios históricos, sendo algo “inegociável” para os cristãos, cerne da sua doutrina, motivo pelo qual deve ser respeitado, em vez de ser utilizado de forma deturpada em um mísero desfile de Carnaval.

“A doutrina da Trindade foi amplamente discutida no cerne da Igreja Cristã e defendida como dogma após alguns Concílios, dentre eles tivemos: Niceia I (325 dC), Constantinopla I (381 d.C) e Calcedônia (451 d.C) destacamos o Concílio de Constantinopla Il, ano 553 d.C: Não confessamos três deuses, mas um só Deus em três pessoas: ‘a Trindade consubstancial'”, diz o texto.

Alegação

De acordo com a escola de samba Gaviões da Fiel, a intenção da agremiação foi promover a ideia de pluralidade religiosa, tolerância e unidade entre os diferentes credos, motivo pelo qual citou “Espíritos e dos Santos” em seu tema.

No entanto, evangélicos enxergaram o uso deturpado de uma afirmação doutrinária cristã de tão grande importância, como é a doutrina da Trindade, como um exemplo contrário a essa intenção, justamente porque distorce um conceito essencialmente cristão.

Uma vez que a fé cristã não admite a crença em outros deuses, santos e/ou entidades além do próprio Deus, anjos e demônios, a referência a “espíritos” e “santos” em substituição à declaração doutrinária da Trindade constitui, para os críticos, um claro desrespeito aos cristãos.

Leia a nota na íntegra, abaixo:

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Gaviões da Fiel, apresentou no carnaval paulista de 2023, seu samba enredo que trouxe como título: “Em nome do Pai dos Filhos Dos Espíritos e dos Santos”.

Longe de praticar intolerância religiosa, junto a Escola de Samba, a Frente Parlamentar Evangélica vem a público demonstrar seu descontentamento e repúdio no que concerne ao uso e deturpação de uma doutrina inegociável da fé cristã: À doutrina da Trindade.

A doutrina da Trindade não é mera especulação ou proposição de costume, mas faz parte da identidade do ser cristão. À doutrina da Trindade foi amplamente discutida no cerne da Igreja Cristã e defendida como dogma após alguns Concílios, dentre eles tivemos: Niceia I (325 dC), Constantinopla I (381 d.C) e Calcedônia (451 d.C) destacamos o Concílio de Constantinopla Il, ano 553 d.C: Não confessamos três deuses, mas um só Deus em três pessoas: “a Trindade consubstancial”.

Também as Igrejas reformadas a partir do século XVI e os movimentos Evangélicos Pentecostais do final do século XIX e século XX, reafirmam categoricamente a doutrina da Trindade como algo inegociável.

Percebe-se assim a importância vital para a fé cristã do dogma da Trindade, que não pode ser vilipendiado, modificado, escarnecido ou acrescentado, não existem filhos; espíritos ou santos, existe um Pai, Um Filho; Um Espírito Santo. Não se compara Cristo e Oxalá, divindade das religiões de matriz africana, em hipótese alguma.

Assim, a Frente Parlamentar Evangélica do Congresso Nacional, repudia veementemente qualquer uso, manipulação, deste e de outros dogmas que são base e estrutura da fé cristã, para satisfazer desejos e interesses pessoais ou de grupos.

E buscará pelos meios legais suporte para defender algo que é tão caro e fundamental para a fé e identidade do povo cristão, conforme está tipificado no artigo 208 do Código Penal: Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena – detenção, de um mês a um ano, ou multa.

 

.Creditos: Gospe+

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sexta, 24 Fevereiro 2023 21:35