Abril 12, 2024
Ouça a Rádio Arca aqui!

 Em meio a aumento de incidentes de perseguição aos cristãos na Índia, líderes apresentam petição de proteção.

Depois que cerca de 200 ataques contra cristãos foram relatados nos primeiros cinco meses de 2022, líderes cristãos indianos recebem a recente diretiva da Suprema Corte a oito estados para verificar as alegações de grupos cristãos que apresentaram uma petição de proteção.

De acordo com The Christian Post, os oito estados incluem Bihar, Haryana, Chhattisgarh, Jharkhand, Odisha, Karnataka, Madhya Pradesh e Uttar Pradesh, de acordo com o jornal hindu The Hindu.

 Em meio a conflitos evangélicos na Armênia recorrem a verdade e ao amor.

Desde o rompimento do acordo de cessar-fogo na disputada região de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, no dia 12 de setembro, pelo menos 49 militares armênios e 50 azeri foram mortos.

Anteriormente, em 2020, um novo capítulo do conflito terminou com mais de 6.500 mortos e a ocupação do Azerbaijão da maioria deste território habitado principalmente pela Armênia.

Congregação cristã é proibida de se reunir para cultuar em casa de pastor na Indonésia.

Recentemente, o Escritório de Regency do Ministério da Religião juntamente com o Governo de Regência de Bengkulu do Norte conduziram uma mediação sobre uma proibição de adoração da igreja na Vila Giri Kencana, que se tornou viral nas redes sociais.

Durante prisão, Grace e sua família eram torturados para negar a fé e entregar outros cristãos no país.

Durante 20 anos a Coreia do Norte ocupou o primeiro lugar da Lista Mundial da Perseguição. Mas em 2022 o país passou para a segunda posição, isso não porque as coisas melhoraram, mas sim porque a situação no Afeganistão piorou. A situação não melhorou no país onde qualquer cristão corre o risco imediato de prisão, tortura e morte. Estima-se que 50 a 70 mil cristãos estão nas prisões e em campos de trabalho forçado. Familiares dos seguidores de Jesus costumam ter o mesmo destino dos capturados, porque são considerados um perigo para o país governado pela família Kim. Todas as igrejas são pequenas e secretas.

Pesquisa constata aumento da violência contra os cristãos.

Recentemente, o Projeto de Localização de Conflitos Armados e Dados de Eventos (ACLED) publicou um estudo sobre a questão da violência religiosa na Nigéria.

Página 4 de 4